Os 2 Pilares do Planejamento de Operações Agrícolas
AgriConnected - Planejamento de custo e prazo

Os 2 Pilares do Planejamento de Operações Agrícolas

Quando se trata de planejamento agrícola ou em qualquer outra área é sempre importante observar 2 fatores: Prazo e Custo. O prazo representa o tempo gasto na operação agrícola, pode ser dividido em atividades ou tarefas. Já o custo é o dinheiro gasto em toda operação, também pode ser divido por tarefa, atividade ou rubrica do fluxo de caixa.

Estes são os pilares principais para o planejamento e é preciso ficar bem atento nos desvios que acontecem em qualquer um desses pilares.

Um bom planejamento do prazo ou tempo só é possível se a fazenda estiver organizar e ter mapeado todas as atividades que aconteceram naquele mês e seus respectivos responsáveis e recursos utilizados. Por exemplo, neste mês teremos a operação de gradeamento para o talhão 01 e 02 e correção de solo para os talhões 03 e 04. A operação de gradeamento será feita com o trator X, grade Z e o tratorista Zé. Será gasto 3 dias no talhão 01 e mais 7 dias no talhão 02. Já a operação de correção será feita com o trator Y e tratorista Zé. No talhão 03 levará 10 dias e no talhão 4 levará 15 dias. As tabelas abaixo mostram com maior clareza os dados acima

A07 - Operaçoes agricolas

Vemos que as atividades são sequencias levando ao todo 35 dias para serem realizadas. Isto porque a fazenda só conta com o tratorista Zé para realizar todas atividades. Mas o que acontecem se tivéssemos outro tratorista?

Abaixo incluímos mais um tratorista, o João.

Com a inclusão de mais um tratorista o trabalho pode ser reduzido em 10 dias, realizando as operações de gradeamento e correção do solo em paralelo. No entanto, entramos no nosso segundo ponto: o custo.

Planejamento do custo

Ao incluir o tratorista João também aumentamos o custo total da fazenda. Por isso, temos que realizar o planejamento de custos juntamente com o prazo. Com uma visão mais clara sobre os custos atrelados e o caixa da fazenda é possível tomar a decisão de contratar ou não um segundo tratorista.

Na questão dos custos existem alguns a serem definidos, como: os tratoristas são funcionários ou horistas, as máquinas (tratores) foram alugadas ou compradas. Estes pontos irão definir se considero estes custos mensais ou por dias alocados para atividades.

No caso de tratores próprios e tratorista como funcionários da fazenda, o custo sobe, assim como a ociosidade dos maquinários e funcionários. O ideal seria a combinação de máquinas, implementos e operadores para dar o menor tempo no menor custo.

Uma melhor combinação seria a abaixo:

A utilização de todos os recursos foi de cerca de 95%, o prazo reduzido para 18 dias e os custos reduzidos, já que a partir da metade da terceira semana os maquinários e funcionários estariam liberados para realização de outras atividades.

Quer saber como melhorar a sua operação agrícola e como monitorar suas máquinas? Então, leia o seguinte post: 7 pontos para uma gestão e um monitoramento de operação agrícola de sucesso, também leia o post: 4 pontos importantes para otimizar a atividade no campo

 

Gostou do texto?

Deixe uma resposta

Fechar Menu